Lili Reinhart Brasil » Arquivos
Lili Pauline Reinhart é uma atriz norte-americana, mais conhecida por interpretar Betty Cooper na série de televisão Riverdale, da The CW. Nasceu e cresceu em Cleveland, Ohio, nos Estados Unidos.
ENTREVISTA – “A ESTRELA DE RIVERDALE, LILI REINHART, DIZ QUE FAZIA SUA MAQUIAGEM NO ESCURO PARA EVITAR OLHAR PARA SUAS ESPINHAS. – SEVENTEEN MAGAZINE
29/04/2018

 

“Eu desenvolvi dismorfofobia. Quando eu saía de casa, eu não conseguia me olhar no espelho.”

Se você ainda não viu, o elenco de Riverdale está na capa da edição de maio/junho da revista Seventeen. E se você é um grande fã de Betty Cooper, anime-se porque tivemos a chance de falar com Lili Reinhart e ouvir o que ela tem a dizer sobre o amor próprio, a imagem corporal, e ensino médio. Para começar, Lili desenvolveu “um problema de acne desagradável” quando era jovem (durante a sétima série, exatamente), e o que teve um papel muito grande na forma como ela se enxergava.

“Eu desenvolvi dismorfofobia. Quando eu saía de casa, eu não conseguia me olhar no espelho. Me lembro de me maquiar antes das aulas no escuro, o que era uma péssima ideia, mas é porque eu não queria me ver na luz brilhante.”

Atualmente, Lili ainda tem problemas de espinhas quando elas estouram. “Eu tenho problemas de acnes cística e às vezes quando alguma espinha estoura, me faz me lembrar de quando eu era adolescente e tinha muita vergonha disso —como se o mundo todo estivesse olhando para a minha pele ruim. Eu definitivamente nunca saía de casa quando uma espinha estourava.”

Mas à medida que Lili foi crescendo, Lili encontrou maneiras novas e mais saudáveis ​​de lidar com isso.

“Eu ainda estou crescendo – meu corpo ainda está mudando. Talvez minhas acnes desapareçam eventualmente, mas por enquanto, eu tento reconhecê-las. Reconheço nos Instagram Stories quando estou usando creme de espinha no meu rosto. E eu tento brincar com isso de certa forma, o quanto eu puder “, disse ela. “No final do dia, digo a mim mesmo que, se estou andando na rua ou almoçando, outras pessoas não dão a mínima para a aparência da minha pele – só interessa para mim.”

E falando em mudanças e crescimento, já se perguntou como era Lili no ensino médio? Segundo a atriz, ela teve sua cota de lutas.

“Para falar a verdade, eu tive que trabalhar duro! ela disse. “As pessoas achavam que eu era mal-intencionada porque eu não estava realmente fazendo esforço para socializar ou fazer muitos amigos, ou sair da minha zona de conforto. Mas isso foi porque eu tinha ansiedade social, o que me deixou desconfortável e um pouco distante. As pessoas interpretaram isso como se eu fosse mimada, o que, olhando para trás, eu entendo. Mas definitivamente não era isso.”

Do ponto de vista de Lili, o ensino médio não foi pormenorizadamente fácil, mas no final do dia, ela era grata pela experiência. “Naquela época, eu gostaria de de ter sentido mais o momento. Eu não posso mudar isso, mas a retrospectiva definitivamente me faz gostar do agora – mesmo que seja difícil, ou cansativo, faz parte da experiência.”

Para poder dar conta desses quatro anos cruciais, Lili começou a fazer terapia, e embora ela note que a terapia não é para todos, ela admite que funcionou para ela. Mas além da ajuda profissional, Lili também tinha seu grupo de amigos, que era uma grande fonte de apoio.

“Eu nunca tive um grande círculo de amigos, então eu apenas tentei querer o bem deles e não ligar muito para os amigos que eu tinha antes, que me apoiavam muito e me entendiam.”

FONTE.